Para os conteúdos

USF Ribeirinha

Guia de prevenção

Evitar complicações

Tenho Hipertensão arterial e compreendo a minha doença

Tenho Hipertensão arterial e compreendo a minha doença

Tem uma “tensão arterial” muito elevada (hipertensão arterial) se tiver um valor superior a 14 – 9 (*). Se a sua tensão arterial for superior a estes valores, pode vir a sofrer complicações graves.

A que se deve a minha hipertensão?

Na maioria dos casos, sobretudo se a hipertensão surgir depois dos 50 anos, não se detectará uma causa exacta, mas é indispensável um tratamento para repor uma tensão arterial normal.

Numa minoria de casos, e sobretudo se a hipertensão for detectada antes dos 40 anos, ela pode ser devida a outras doenças.

O risco de hipertensão aumenta com a idade.

A sua tensão arterial não é fixa. Ela varia de acordo com as horas do dia assim como com a sua actividade. Aumenta se fizer um esforço ou após uma emoção, por exemplo. A tensão arterial diminui se estiver em repouso.

Quais são os sinais?

A hipertensão pode existir sem que nos apercebamos desse facto. Mesmo que não tenha sintomas, deve controlar a sua tensão arterial regularmente e, se for demasiado alta, deverá tomar os medicamentos adequados todos os dias, seguir um regime alimentar (com pouco sal) e fazer exercício (30 minutos de marcha todos os dias, por exemplo).

Por vezes, pode sentir determinados sinais (zumbidos nos ouvidos, dores de cabeça, tonturas, pequenas perturbações da visão...). Não deve esquecer de os referir na sua próxima consulta. Estes sinais podem estar em relação directa com a sua tensão, mas nem sempre isto acontece.

A hipertensão é muitas vezes designada como «o assassino silencioso», o que significa que há poucos sinais e não há desconforto que possam servir de alerta.

Quais são as complicações da hipertensão?

Se tiver a tensão arterial demasiado elevada e não for tratada regularmente, corre o risco de vir a sofrer um acidente vascular cerebral (trombose cerebral ou AVC) ou um enfarte do miocárdio (ataque cardíaco), apresentar lesões na visão ou nos rins.

Face a esta doença, deverá vigiar regularmente a sua tensão arterial, seguir o seu regime alimentar, fazer exercício físico regularmente e tomar os seus medicamentos diariamente, mesmo que a tensão arterial se tenha normalizado.

* Em caso de diabetes ou doença renal, estes valores devem ser revistos para valores baixos.

Autoria de Malice & Co (França) e aprovado pelo Comité Científico Francês do docvadis.

Revisão local por Prof. A. Vaz Carneiro.

Actualizado Setembro 2011

 

Data de publicação:   30-09-2011
 
 

Sobre nós

USF Ribeirinha

Especialidade principal:
Cuidados de Saúde Primários

Manual Merck

A Edição do Merck Manual Home Edition baseia-se no livro médico mais frequentemente usado na medicina, mas escrito em linguagem corrente por cerca de 300 contribuintes extraordinários.
Manual Merck
O livro abrange muitos conceitos médicos difíceis, mas está escrito em linguagem corrente.
Manual Merck de Saúde da Família

A informação disponibilizada não deve ser usada em substituição a uma consulta médica